Felipi Ih

(espaço reservado para frases copiadas e sem sentido)

1 note

Ciúmes II

Fiquei com
Alta abstinência
Que fui ver
Fotos suas
Que nunca vi antes
Num álbum de sua amiga

Me deu ciúmes
de novo
Das festas
que tu foi
Das bocas
que tu beijou
Das vezes
que tu sorriu
Por qualquer coisa
Qualquer coisa que não seja eu

Acordei meio louco
Louco de ciúmes
Louco de amor
Internado na psiquiatria
De tanta saudade
De tanto amor
Amor distante
Que fica do outro lado do oceano

Felipi Ih

Filed under saudade amor distante namoro a distancia louco ciúmes texto poema poesia

0 notes

Mentira

Tenho ciúmes
Ciúme do passado
de não ter te visto na adolescência
de não estar ali pra rir
quando caiu no box e quebrou o dente
Ciúmes dos teus exs
Ciúmes de não ter sido o primeiro
Ciúmes da atenção
que sua cadelinha recebe
Ciúmes do teu espelho
que te vê quando acorda
Ciúmes do tempo, da tua cama
Ciúmes infinito dos “ois” felizes
disparados pra qualquer cara

Ciúmes
Bobo
Louco
Inocente
Mas continua sendo
Ciúmes

Felipi Ih

Filed under ciúmes passado adolescência bobo louco desabafo texto poema poesia

0 notes

Malo portunhol

Mi hermosa
Chica preciosa

Te quiero siempre
Quiero locos dias
Te quiero hoy

Queiro caminar en las nubes
Te queiro besar en el manhanas
La tarde um matezito pra nos
La noiche quedar embarazada de sueños

Imaginar lo imposible
La isla desierta magia
Hijas con tu ojos y sonrisa
La gente se enamorare
Mirando yo e vos por la calle

De-me la mano
Cierra los ojos
Viaja en dulce
Historia del nuestra imaginacion

Felipi Ih

Filed under chica hermosa portunhol ojos imaginacion viaje linda apaixonando olhos sueño sonhos texto poema poesia

1 note

Folha azul

A tua pele
nos meus dedos
faz falta
Atravesso o oceano
nado o atlântico
pra te ver
A tua voz
nos meus ouvidos
faz falta

Digo que te amo
nada ouço de volta
Já a tua segurança
não faz falta,
simplesmente me arrasa
Abre uma faixa intransponível
me enche de medo

Calma sardazinha
só te amo assim
te quero pra mim

Felipi Ih

Filed under azul te amo sardas atlântico oceano crise texto poema poesia

0 notes

32 dias

Minha linda
Minha princesinha
Não tenho palavras
Nem dedos
Pra dizer isso
Que nunca senti assim
Saudade
Amor
Desejo
De te ter do lado
A gente juntinho
Pertinho do cheiro
Do nosso amor
A cama aqui
É vazia
Os dias são longos
Cheios
Cheios de saudades
E sonhos
Sonhos de ter
De ser
De novo
O que a gente é

Felipi Ih

Filed under linda princesinha amor saudade cama cheiro texto poema poesia

0 notes

Baby

Deixa a gente viajar
que a maionese é feita
com ovos de paixão
Salgada com brigas
terminadas em louco sexo

Sobe na minha moto
que a estrada é asfaltada
com chocolate de saudade
E o destino nem sabemos
onde vai nos levar

Tenho medo de mim
do que estou querendo
Escrevo dos medos
saudades e desejos
Só querendo te ter
entre meus dedos

Felipi Ih

Filed under baby maionese chocolate viagem moto medo desejo texto poema poesia

5 notes

Vem

Boa noite
meu bem
Não seguro
o tempo
Presente
virou passado
Medo
de lado ficou
E o amor
nos arrebatou

Quando eu te chamava
pra ir dormir lá em casa
As vezes eu ou você desistia
a gente depois se arrependia
O tempo nos ligou, apaixonou
marcamos nossas lembranças
de grudes, mimimis
e todas as loucuras
dos loucos apaixonados

Boa noite
meu amor
A distância
é grande,
do tamanho do nosso
amor

Felipi Ih

Filed under amor a distancia saudade amor boa noite apaixonados texto poema poesia

0 notes

Saudade

Já quebrei
os ossos do braço
Dos entre laços da vida
perdi até um filho
Fico meses longe
da minha família
Troquei 27 vezes de sonhos
Pedi carona
Me perdi
Caí de moto
Quase morri no mar
Fiquei sem dinheiro
sem destino
sem ar…

Mas nada
nada me doeu tanto
assim como dói
ficar longe de você

Felipi Ih

Filed under longe saudade texto poema posia

2 notes

Gritos

Senta aqui do meu ladinho
pra eu te dar um beijinho
Tudo assim pequenininho
inho
Como os latinos tiram sarro
Garotinha lindinha cheirosinha
da bochecha com covinha

Roxo nas tuas costas branca
ficou a marca dos meus dentes
Não, não vou fazer
você parar de gritar
quando te jogo na cama
Atrás da porta quem passa
inveja e tesão sente

Comecei bonitinho
acabei safadinho
Você é isso
meiguinha
cheia de tesão

Felipi Ih

Filed under beijinho sexo bochecha costas gritar cama meiguinha tesão texto poema poesia

0 notes

Sardazinha

Hoje eu não disse eu te amo
Tenho ciúmes do tempo
que passa mais tempo contigo
que a gente nessa cama de solteiro

Até posso escrever tudo igual
mas o eu te amo é só pra você
Te amo
Assim sem medo de errar
ser feliz e parecer mimizento

Do sambinha bom só a gente sabe
Que nem dava pra acreditar que isso tudo
se vive de novo, vive um pouco bobo

Sem fim assim, só três pontos…
que nem nós daqui uns dias
Longe, longinho…

Felipi Ih

Filed under te amo tempo mimizento sambinha bom longe texto poema poesia

1 note

Grude

E agora
eu vivo lembrando
Do teu rosto
tuas sardazinhas
O sorriso
mais belo
de todo universo
eu vi
quando tu deitou
ao meu lado

E agora
todos os segundos
são segundos
de saudade
do teu cheiro
teu beijo
Não deixo
o lençol desarrumado
não te deixo
quieta nunca

E agora
de novo
sei que
to morrendo
morrendo
de saudades

Felipi Ih

Filed under saudade sardas universo sorriso texto poema poesia